Blog
27 JUL 2021
Resenha da semana - Entre Lidas e Vindas

Resenha - Torto Arado, de Itamar Vieira Junior

 

Algumas semanas atrás eu resolvi discutir aqui, na coluna, quais seriam os motivos que fazem um livro virar um clássico. Conversei com amigos e colegas de profissão, e debati o assunto com outras pessoas que gostavam de ler histórias clássicas. Foi difícil chegar a uma conclusão sobre o assunto, mas uma das respostas era comum: clássicos são capazes de atravessar gerações com histórias que permaneçam atuais. E eu ouso dizer aqui: Torto Arado, de Itamar Vieira Junior, será (ou já é) um clássico. Podem me cobrar daqui vários anos.

 

O livro, brasileiro, conta logo no início a história de duas irmãs ainda crianças que decidem, em um momento de curiosidade, vasculhar as coisas da avó que estava na roça. Lá encontram uma faca afiada, e por um acaso do destino, decidem colocar o objeto na boca. Uma delas machuca a língua. A outra, a perde. A partir do episódio, Belonísia e Bibiana passam a se comunicar uma pela outra, e surge um laço quase indestrutível que liga a história das irmãs até a última página.

 

Elas vivem com a família em uma fazenda da Chapada Diamantina, na Bahia, cerca de 50 anos após o fim da escravidão no país (o autor não deixa a data clara em nenhum momeno). Naquela terra viviam também outras famílias, que acabam por viver uma vida muito parecida com a escravidão. Eles poderiam viver no local, desde que os trabalhadores homens fossem responsável pelo trabalho na terra, enquanto as mulheres e crianças poderiam cuidar de plantações próprias, onde cultivariam alimentos para viver. Essas famílias não poderiam construir casas de alvenaria, apenas de barro, para que não se tivessem garantias de permanência na fazenda.

 

Ainda assim, era o único mundo conhecido pelas irmãs e outros nascidos na fazenda de Águas Negras. O pai das meninas, Zeca Chapéu Grande, acabou por se tornar uma espécie de líder naquela comunidade. Ele era o curador do local, tratava de enfermos, auxiliava em partos e tinha um jarê - prática religiosa de matriz africana presente na Chapada Diamantina - muito frequentado. 

 

O livro acompanha as irmãs desde sua infância, com o episódio da faca, até que se tornem adultas. Em um caminho marcado por desentendimentos e perdão, as duas passam a entender melhor o mundo que os cerca e entendem a necessidade de batalhar por uma vida melhor, ainda que dentro da fazenda. 

 

Torto Arado é narrado em, basicamente, três eixos: a primeira parte se passa pela perspectiva de Bibiana, a segunda é narrada por Belonísia, e a terceira parte por uma das entidades frequentadoras do jarê. É muito forte o protagonismo feminino nesta obra de Itamar. 

 

TRECHO: "Meu pai, quando encontrava um problema na roça, se deitava sobre a terra com o ouvido voltado para seu interior, para decidir o que usar, o que fazer, onde avançar, onde recuar. Como um médico à procura do coração."

 

No começo, Torto Arado parece contar apenas a história das irmãs. Com o virar de páginas, no entanto, percebemos que a obra é muito maior que isso. É um retrato do sertão brasileiro, em sua essência, com os castigos impostos pela terra, pelo clima, pela estiagem, e pelos donos das terras. E é impressionante acompanhar como mesmo diante de tanta dificuldade, aquele povo consegue se adaptar e encontrar uma vida a ser vivida, uma terra a ser arada, crianças a serem cuidadas e uma luta a ser travada. Esse com certeza será, se já não o é, um clássico da literatura brasileira.

 

E pra finalizar, a ótima notícia pra quem é de Criciúma e região: a coluna ganhou um cupom de desconto pra chamar de nosso na Livraria Ponto e Vírgula, localizada no Shopping Della, em Criciúma! Quem é leitor daqui tem 15% de desconto nos livros citados ou em livros que já têm resenha na coluna (rola essa página pra baixo e acompanha!). É só falar com a Grazi ou com o Rodrigo e avisar que leu sobre o livro aqui, na Entre Lidas e Vindas!

20 JUL 2021
Resenha da semana - Entre Lidas e Vindas

O primeiro livro de Rason Riggs, O Orfanato da Srta Peregrine para Crianças Peculiares, narra a história de Jacob. Desde criança, Jacob ouvia seu avô contar histórias incríveis e diferentes sobre sua infância no orfanato da Senhorita Peregrine. Após chegar à adolescência, o rapaz começou a duvidar da veracidade das histórias e, assim como os demais membros da família, começou a achar que o avô estava enlouquecendo.

Após a violenta morte do avô, Jacob decide viajar para uma ilha do País de Gales para ver de perto o orfanato onde ele cresceu. É lá que ele descobre que as histórias estavam longe de ser mentiras e que as crianças peculiares ainda existem. Junto disso, Jacob descobre outros perigos que podem ameaçar sua própria segurança e a de sua família.

A história de Rason Riggs ganha um ar de veracidade à medida que o autor apresenta fotografias que "comprovam" sua narrativa. Já na capa, por exemplo, é possível ver a foto de uma menina que flutua sem esforço algum. Apesar de parecer, a alguns, um livro de terror, O Orfanato da Srta Peregrine para Crianças Peculiares mistura ficção e fantasia, e se enquadra perfeitamente no gênero de leitura para jovens adultos.

Curiosidades

- O livro tem 336 páginas e a edição brasileira foi lançada pela editoria Leya em 2012.

- Riggs era um colecionador de fotografias, e a partir de algumas imagens construiu a narrativa do livro.

- O livro é o primeiro de uma série de seis livros. O sexto será lançado ainda neste ano.

- A 20th Century Fox adquiriu os direitos do filme. Jane Goldman foi quem adaptou a história como roteiro, e Tim Burton dirigiu o longa. 

Este é o primeiro livro de uma série que envolve o mundo de Srta. Peregrine. Ransom Riggs anunciou em sua conta oficial do Twitter que o sexto e último livro da série, The Desolations of Devil's Acre, ainda sem título em português, será lançado no segundo semestre de 2021.  

Particularmente, eu adoro esse novo universo criado por Riggs. Para quem gosta de ser transportado para novos mundos em suas leituras, o mundo das crianças peculiares realmente surpreende. Com muitos elementos de realidade, reforçados pelas fotografias, o autor nos faz crer que seria realmente possível estudar com a Srta. Peregrine.

 

E pra finalizar, a ótima notícia pra quem é de Criciúma e região: a coluna ganhou um cupom de desconto pra chamar de nosso na Livraria Ponto e Vírgula, localizada no Shopping Della, em Criciúma! Quem é leitor daqui tem 15% de desconto nos livros citados ou em livros que já têm resenha na coluna (rola essa página pra baixo e acompanha!). É só falar com a Grazi ou com o Rodrigo e avisar que leu sobre o livro aqui, na Entre Lidas e Vindas!

15 JUL 2021
Regulamento Mini Trem - Viagem no Tempo

REGULAMENTO MINI TREM – UMA VIAGEM NO TEMPO

CAMPANHA DIA DOS PAIS SHOPPING DELLA 2021

 

- Capacidade Máxima: 10 pessoas por circuito

- Duração do circuito: Aproximadamente 5min

- Velocidade Máxima: 10km/h

- Trajeto: Praça Nereu Ramos

- É obrigatório uso de máscara durante todo o trajeto, exceto para as pessoas previstas em exceção por lei;

- Higienizar as mãos antes de entrar no vagão;

- Manter o distanciamento nas filas de embarque e bilheteria;

- Apenas pessoas da mesma família poderão ocupar o mesmo vagão;

- Crianças até 06 anos deverão andar acompanhadas de responsável;

- Crianças até 02 anos estão isentas de pagamento de ingresso;

 

COMO FUNCIONARÃO OS INGRESSOS CORTESIA PARA CLIENTES SHOPPING DELLA

- Basta apresentar a nota fiscal de compra de qualquer loja do Shopping Della diretamente na Bilheteria da estação de embarque e trocar pelo(s) ingresso(s).

- Ganha o ingresso qualquer cliente que apresentar notas de compras somando o valor mínimo de R$ 50,00 = 01 (um) ingresso; R$ 100,00 = 02 (dois) ingressos; R$ 150,00 = 03 (três) ingressos; acima de R$ 200,00 = 04 (quatro) ingressos.

- O cliente irá apresentar a(s) nota(s) de compra direto na Bilheteria, que estará montada em frente ao Shopping na praça Nereu Ramos, e retirar o ingressos e senha para embarque, respeitando a ordem de chegada de cada cliente. Independentemente de ser cortesia ou ingresso comprado, a fila será única

-As notas apresentadas serão carimbadas após a troca pelo(s) ingresso(s) e devolvidas aos clientes, não podendo ser reutilizada para novas cortesias. Entretanto, se o cliente efetuar novas compras, ele poderá ganhar novos ingressos. Não há limitação por CPF.

 

15 JUL 2021
Programação Especial para o Dia dos Pais no Shopping Della

Passeio de Mini Trem, Exposições de Itens Antigos e Fotos e

mais Atrações Musicais todos os sábados

 

Pensando em despertar a sensação nostálgica a Campanha de Dia dos Pais 2021 do Shopping Della vai trazer uma programação especial que inicia nesta sexta-feira, dia 16, e segue até o sábado, véspera da data comemorativa, dia 7. Com um ambiente de resgate de gerações, haverá uma exposição de antiguidades em parceria com a loja Antiguidades de Galpão e Rats Garage Restauração Automotiva. Além de uma exposição fotográfica em parceria com a Fundação Cultural de Criciúma (FCC), como forma de relembrar o papel dos pais na formação da cidade.

Durante todos os sábados da campanha, atrações musicais e um guia do tempo para conduzir os consumidores até as exposições. Tudo para criar um ambiente de boas recordações e aproveitar a data para promover a valorização dos laços familiares que se relacionam com o shopping e principalmente com a cidade. 

Para completar a programação, durante todo o período, o trenzinho com uma proposta de viagem no tempo, vai fazer passeios pela Praça Nereu Ramos em frente ao shopping. O ingresso é gratuito para clientes, basta apresentar a nota fiscal de compra de qualquer loja do Shopping Della na bilheteria da Estação de Embarque somando a partir de R$ 50. O público em geral também poderá aproveitar a atração através da compra de ingressos no valor de R$ 5. Confira o regulamento completo https://www.shoppingdella.com.br/blog/1280-regulamento-mini-trem-viagem-no-tempo-

Confira a Agenda Musical Completa que vai rolar todos os sábados a partir do meio dia aqui na nossa Praça de Alimentação:

- 17/07 - Discotecagem Viagem Anos 80 com o Dj Everaldo Belada

- 24/07 - Mistura Fina Jazz Trio

- 31/07 - Repluc Surf Music

- 07/08 - Vintage Acoustic Piano

 

12 JUL 2021
Resenha da Semana - Entre Lidas e Vindas

Resenha – Teto para dois, de Beth O'Leary
 

Quem está procurando um livro de comédia romântica para aproveitar o fim de semana acabou de achar. Teto para Dois é uma história leve e que cumpre o objetivo de arrebatar o leitor. Uma história de amor que começa tranquila e termina da mesma forma, deixando um gostinho de quero mais.


Tiffy acabou de terminar com o ex-namorado com quem morava e precisa de um lugar para morar. Com uma renda baixa, ela não tem muitas opções disponíveis que cabem no seu orçamento. Mas um anúncio chama a atenção: a possibilidade de alugar um apartamento de um quarto, onde mora um rapaz chamado Leon. A ideia: eles dividirão a mesma cama, já que ele fica no apartamento apenas durante o dia e trabalha no período da noite. Ela utiliza a cama durante a noite, e trabalha nas manhãs e tardes.


Tudo funcionou muito bem por alguns meses, sem que os dois nem sequer tivessem se visto. Durante este tempo, eles conversam por meio de bilhetes espalhados pela casa. É uma fase gostosa de acompanhar, em que os protagonistas buscam se conhecer melhor de uma forma diferente da convencional.
Tudo começa a mudar quando eles se encontram, sem querer, em uma situação constrangedora. A partir daí os colegas de apartamento começam a se ver pessoalmente em outras ocasiões, e isso dá início a uma história boa de acompanhar.
Particularmente, adorei Leon, o protagonista. Apesar de uma série de dificuldades impostas pela vida, é evidente como ele quer ajudar o próximo sempre que possível. Ele é cuidador em uma casa de idosos, e acaba trazendo isso para a vida pessoal. Com o passar das páginas, ele começa a ajudar a própria Tiffy, sua colega de quarto com quem conversava via bilhetes.


Tiffy também é uma personagem bacana. Apesar de ganhar pouco no trabalho, adora o que faz. Ela é editora de livros focados no nicho do crochê. Achei uma personagem despojada e que não dá muita importância para o que os outros estão pensando dela. Ela enfrenta problemas pessoais sérios com o ex-namorado, e é muito importante o rumo que o livro dá para esse relacionamento e para o desenrolar das coisas.
Enfim, Teto para Dois é um livro de 392 páginas fáceis de serem lidas. Apesar de ser um pouco maior do que o costume, é totalmente possível ler em um fim de semana. Por isso, fica a recomendação para esse sábado!
 

E pra finalizar, a ótima notícia pra quem é de Criciúma e região: leitores da coluna ganham desconto na Livraria Ponto e Vírgula, aqui no 1º andar do Shopping Della! Quem é leitor daqui tem 15% de desconto nos livros citados ou em livros que já têm resenha na coluna (rola essa página pra baixo e acompanha!). É só falar com a Grazi ou com o Rodrigo e avisar que leu sobre o livro aqui, na Entre Lidas e Vindas!